Home / Sem categoria / No Dia Mundial de Combate a Menigite, saiba como evitá-la.

No Dia Mundial de Combate a Menigite, saiba como evitá-la.

Hoje é o dia Mundial de Combate a Meningite, uma doença antiga mas que até hoje em dia causa muito estrago. A meningite representa a infecção das meninges, membranas que protegem o cérebro e coluna espinhal, ou seja, o Sistema Nervoso Central. Por isso ela é tão importante e deve ser seriamente combatida, já que o acometimento desses locais tão nobres pode trazer graves sequelas e pode ainda ser fatal com uma proporção muito elevada de casos.

A Meningite Bacteriana, forma mas séria da doença, pode ser PREVENIDA com uma ação muito SIMPLES porém VITAL: VACINAÇÃO. Isso torna-se mais importante quando sabemos que os mais frequentemente acometidos por essa doença são as crianças. Então, vamos cuidar muito bem dos nossos filhos e manter o calendário vacinal deles completo.

Imagem incentivando vacinação infantil contra Meningite.

Existem disponíveis hoje em dia 3 tipos de vacinas:

– Vacina contra Meningococo C: Protege contra a maioria dos casos de Meningite Bacteriana, pois esse subgrupo da bactéria é o mais comum. Existe na Sistema Único de Saúde e devem ser feitas doses aos 3 e 5 meses de vida das crianças, reforço com 1 ano e nos adolescentes aos 11 anos.

-Vacina contra Meningococo A, C, W, Y: Só existe na rede privada, e pode oferecer proteção adicional aos demais subgrupos de Meningococos A, W e Y. Pode ser usada em substituição a anterior.

-Vacina contra Meningococo B: Trata-se da mais recente, e oferece proteção ao subgrupo B da bactéria, que se tornou o mais frequente em crianças até 5 anos de idade. Também recomenda-se doses com 3,5 e 12 meses de vida.

Infelizmente temos visto nos últimos anos o surgimento de novas doenças infecciosas, o renascimento de outras, mas não podemos deixar de cuidar e de prevenir daquelas que já há tanto tempo causam tanto sofrimento. Cuidem para manter o CALENDÁRIO VACINAL das suas crianças sempre em dia.

Para maiores informações assista ao vídeo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *