Home / Saúde da Mulher / Dúvidas de Consultório: Implante Anticoncepcional.

Dúvidas de Consultório: Implante Anticoncepcional.

Olá meninas, tudo bem?

Vocês conhecem o Implante Anticoncepcional?

Apesar de já ser um método contraceptivo com anos de uso, muita gente o desconhece e deixa de ter a oportunidade de usá-lo. Trata-se de um Implante pequeno que é inserido pelo médico sob a pele (na região da Derme) no braço e que vai liberando uma pequena dose de hormônio diariamente, com principal objetivo de Contracepção (evitar filhos em momento inoportuno).

Implanon Embalagem.
Implanon Embalagem.

Até o momento só existe uma opção disponível no mercado, chamado de Implanon. Ele é composto por 1 único tipo de hormônio, um tipo de Progestágeno chamado Etonogestrel. Após colocado no seu devido local, ele começa a liberar uma pequena dose desse hormônio na corrente sanguínea, que sera responsável pelo efeito contraceptivo. Tem uma duração máxima de 3 anos, sendo portanto considerado um Método Anticoncepcional de Longa Duração.

Por ter uma duração longa ele é indicado para mulheres que não desejam filhos por alguns anos, ou que já estão com a prole constituída, ou ainda para aquelas que tem dificuldade do uso de outros métodos, por esquecimento por exemplo. Por possuir apenas a Progesterona como composição hormonal (e não contém Estrogênio como a maioria das pílulas disponíveis), costuma ter poucos efeitos colaterais e poucas contra-indicações.

Implanon.
Implanon.

O processo de colocação é relativamente simples. O implante já vem preparado dentro do seu aplicador, que se assemelha a uma seringa fina e comprida. Após medir o local correto para inserção (aproximadamente no meio da face interna do braço), o médico realiza uma limpeza do local, pode ou não aplicar uma anestesia local, e insere o dispositivo realizando uma pequena incisão na pele com o próprio aplicador. É um processo relativamente simples e pouco doloroso. Após vencido o prazo (ou antes se for desejo da usuária), o implante deve ser retirado realizando um pequeno corte na pele, na base do implante.

Por ser um método de uso contínuo (sem pausas), uma grande porcentagem das mulheres para de menstruar durante o uso. Ele também ajuda a minimizar muitos dos sintomas da T.P.M, tais como alteração de humor, cólica, cefaleia. Efeitos adversos podem ocorrer, não tem como prever em qual usuária, sendo os mais comumente relatados: sangramento irregular (escape), dor na mamas, retenção de líquido e piora da acne.

O seu mecanismo de ação se baseia em 3 principais ações: bloqueio da ovulação, alteração do muco cervical que impede a ascensão dos espermatozoides e inibição do desenvolvimento do endométrio (camada interna do útero), deixando-o fininho e impróprio para uma gestação.

O custo do Implanon é de aproximadamente R$ 900,00 reais, além dos honorários médicos do profissional que realizará o procedimento. Diferentemente dos DIUs (Dispositivos Intra Uterinos), os planos de saúde não costumam cobrir esses custos. Mas, se pensar no tempo de duração dele, pode valer a pena.

É isso meninas. Espero ter esclarecido um pouco sobre o Implante. Mas me digam se ainda restaram dúvidas.

Beijokas, Denise.

 

Veja também

Tenho Corrimento a Vida Inteira!

Se você está achando engraçado o título deste post, saiba que essa é uma frase ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *