Home / Atividade Física / Como a Atividade Física pode te ajudar com… TPM.

Como a Atividade Física pode te ajudar com… TPM.

Ao longo desses anos como Ginecologista e Obstetra um fato me chama muito a atenção no dia a dia com as minhas pacientes: a despeito de todo mundo saber da importância da prática regular de Atividade Física ao longo da vida, MUITAS mulheres não a incorporam em suas vidas.

As “justificativas” para o Sedentarismo são inúmeras: não gosto, não tenho tempo, não tenho dinheiro, já passei da idade, trabalho muito… Enfim, sinto que falta ainda uma consciência maior de que temos sim OBRIGAÇÃO com o nosso corpo, e que praticar algum tipo de atividade física regularmente é tão essencial para a nossa sobrevivência quanto trabalhar, comer, dormir…

Pensando em como poderia ajudar algumas mulheres a mudar esse cenário em suas vidas, planejei um série de posts onde falarei dos benefícios da Atividade Física para mulheres em momentos específicos de suas vidas: para controle de TPM, melhora da menopausa, na gestação, pós parto… bem, tenho várias idéias que penso que vão ser motivadoras para vocês que me acompanham de longe. Já aproveito para convida-las a deixar aqui em baixo nos comentários sugestões para os próximos posts da série.

E para começar com chave de ouro pensei em falar como a Atividade Física pode ajudar na prevenção e no controle da TPM: Tensão Pré Menstrual.

Acredito que praticamente todas as mulheres já experimentaram algum tipo de sintoma indesejável no período próximo a menstruação. Algumas com intensidade leve, quase imperceptível. Outras com sintomas tão intensos que prejudicam até mesmo nos estudos ou no trabalho. Independente de qual seja o seu grau da doença, saber cuidar do próprio corpo nessa fase do mês pode ser de grande ajuda.

Os sintomas de TPM podem ser variados, desde sintomas físicos como inchaço, aumento do volume das mamas, dor nas mamas, dor de cabeça, dor nas costas, dor nas pernas, cólias e prisão de ventre, até sintomas emocionais como irritabilidade, ansiedade, aumento de apetite, choro fácil e prejuízo na concentração.

Com essa gama tão grande de sintomas podemos entender que 1 único tratamento pode não ser tão eficaz. São necessárias medidas variadas para um sucesso maior no controle da doença. Vou deixar como sugestão um outro post que falo mais sobre isso.

Em meio as grandes oportunidades terapêuticas para controle da TPM, uma que considero das mais importantes é a Prática de Atividade Física.

Realizar atividade com regularidade certamente traz muitos efeitos que vão de encontro aos sintomas da TPM:

  • Melhora a circulação sanguínea e a drenagem linfática, reduzindo retenção de líquido;
  • Facilita o trânsito intestinal favorecendo o hábito intestinal regular;
  • Reduz cólicas ao melhorar a circulação sanguínea para o útero;
  • Ameniza dores de cabeça;
  • Melhora a qualidade do sono e com isso a capacidade de concentração e raciocínio;
  • Libera endorfinas que são potentes na melhora do humor e combatem tristeza, ansiedade, irritabilidade;
  • Ajuda do controle do peso, e com isso no bom funcionamento ovariano para a produção hormonal.

Enfim, a Atividade Física é simplesmente fundamental para o controle da TPM. E muitas mulheres se questionam que tipo de atividade realizar para esse objetivo. Eu acredito que não existe 1 único exercício ideal. O primeiro conceito que passo para as minhas pacientes é que realizar alguma atividade física, já é melhor que não fazer nada.

Quanto mais prazer a mulher sentir na realização da Atividade Física, mais endorfinas ela produzirá. Então é bacana cada uma tentar descobrir o que agrada mais. Uma coisa muito importante é manter a regularidade da Atividade: temos que fazer na maioria dos dias da semana, mesmo que por pouco tempo por dia. É preferível um pouco de cada dia do que muito em 1 dia só.

Exercícios aeróbicos são essenciais, como caminhar, correr, andar de bicicleta, dançar, nadar… eles trabalham muito a circulação sanguínea e com isso controlam bem muitos dos sintomas da TPM.

Exercícios anaeróbicos também devem fazer parte do cotidiano, servindo como fortalecimento muscular e ósseo e alongamento do corpo. Musculação, pilates, hidroginástica são exemplos de como realizar esse tipo de atividade.

Por fim, vale lembrar que não adianta malhar enlouquecidamente apenas por alguns dias do mês, durante a TPM, para se ver livre do problema. A Atividade Física deve ir fazendo parte pouco a pouco da sua vida, e se tornar um dos itens a ser checado na listinha de “Obrigações” do dia!

Espero que tenham gostado do post, e seguimos em breve falando mais do assunto.

Beijokas, Denise.

Atividade Física.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *