Home / Filhos / Repelente e Protetor Solar em Bebês.

Repelente e Protetor Solar em Bebês.

Olá meninas, tudo bem?

Então, aí chega o verão, o sol quase todos os dias de manhã nos acordando, período de férias e você planeja passar uns dias deliciosos relaxando na praia, nas piscina, no campo, e…, e o bebê????

Sim, esse momento gera muitas dúvidas com os cuidados com o bebê com relação ao sol e aos insetos. Posso usar repelente? Posso usar protetor solar? Como proteger meu bebê?

Eu também tive essas dúvidas e vim aqui tentar ajudá-las.

Proteção contra Insetos:

O cuidado contra os insetos devem ser sempre tomados, mas hoje em dia a preocupação está ainda maior, em especial por conta do Aedes Aegypti, transmissor da Dengue e do Zika Vírus. Mas, infelizmente não temos muitas opções para os bebês pequenos.

Repelente Bebê.
Repelente Bebê.

No nosso país não existe nenhum repelente autorizado para o uso em Bebês com menos de 6 meses. Algumas opções até são disponíveis em alguns outros países, mas não recomendamos o uso sem autorização do pediatra, o que talvez ocorra somente em situações de muito risco como uma epidemia séria de alguma doença. Para os muito pequenos, todos os repelentes existentes podem ser muito tóxicos e prejudiciais.

Nessa idade a recomendação é de cobrir o corpo dos bebês com roupas de tecido leve e claro, como calças e body de manga comprida. As janelas das casas devem receber tela e berços e carrinhos devem ser cobertos com mosqueteiros sempre que preciso. Inseticidas em spray, de uso em tomada e até os repelentes naturais devem ser evitados nessa idade.

Para os Bebês entre 6 meses e 2 anos já está autorizado o uso de repelente que tem como princípio ativo o IR 3535, sendo que no Brasil o único disponível é o Loção Anti-Mosquito Johnson Baby. Vale lembrar que a aplicação do produto deve ser feita apenas nas áreas expostas do corpo, onde não houver cobertura de tecido, para diminuir a quantidade de produto absorvida pela pele dos pequenos. Como a função do repelente é de impedir a aproximação do inseto, pode aplicar um pouco na roupa também se quiser. Evite a área dos olhos e as mãos, que podem facilmente ser levadas à boca.

Já para as crianças com mais de 2 anos, os demais repelentes com princípios ativos DEET (quase todos disponíveis no mercado como Off, Autan e Repelex) e Icaridina (Exposis) podem ser usados, mas sempre as versões para crianças, normalmente escrito Kids ou Infantil, pois a concentração do produto é menor e menos tóxica.

Independente do produto que você decida usar, sempre se atente ao intervalo para nova aplicação, e não descuide dos demais cuidados, em especial daqueles que evitam a Procriação dos Mosquitos. Ah, também evite as versões dos produtos em aerosol ou spray, pois partículas podem ficar circulando no ar e ser inaladas pelos pequenos.

Proteção contra o Sol:

Outro cuidado importante que temos que ter com os pequenos é com relação ao Sol. Por mais que ele seja fundamental para o crescimento e desenvolvimentos das crianças, em especial pela síntese da Vitamina D, a exposição solar demasiada na infância pode provocar desidratação, lesões de pele, além de aumentar o risco de câncer de pele na Idade Adulta.

Protetor Solar Bebê
Protetor Solar Bebê

Para os Bebês de até 6 meses mais uma vez não devemos usar nenhum tipo de produto químico bloqueador ou protetor solar. Isso pois a pele dos pequeninos é muito fina e delicada, sujeita a processos alérgicos, além de absorver maior quantidade dos produtos aplicados e poder gerar intoxicação. Para eles a recomendação é expor ao sol o mínimo possível, máximo 10-15 minutos, em horário restrito evitando o período das 10:00 às 16:00 hs. Use barreiras físicas contra o sol, como roupas leves (existem tecidos que ajudam a bloquear a penetração do sol e são muito interessantes), chapéus e sombra.

Entre 6 meses e 2 anos você já pode utilizar bloqueadores solares, preferencialmente os de ação física (você encontra essa informação no rótulo), que protege contra os raios UVA e UVB. Use sempre um produto próprio para crianças nessa idade, geralmente identificados com a palavra Baby, com FPS (Fator de Proteção Solar) mínimo de 30.

Antes de aplicar o produto no corpo todo do seu filho, aplique em uma pequena área e observe por 20-30 minutos a ocorrência de algum tipo de reação alérgica. Se isso ocorrer, troque o produto e experimente outra marca. Isso pois a pele sensível dos bebês pode reagir com marcas mesmo de qualidade.

É importante aplicar o produto no corpo todo da criança, preferencialmente 30 minutos antes da exposição solar, lembrando de áreas delicadas como lóbulo da orelha e couro cabeludo. Reaplique o mesmo sempre que houver exposição a água ou após vencido o seu período de duração. Assim que sair da exposição solar lave bem seu bebê para reduzir o tempo de exposição ao produto.

Para os maiorzinhos, com mais de 2 anos, outros produtos podem ser usados, mas sempre específicos para crianças, os Kids ou Infantis, pois a concentração do princípio ativo é menor e mais adequada à sua idade.

E, meninas, nunca descuidem da Hidratação dos pequenos dos dias de sol e calor!

Beijokas, Denise.

Veja também

Especial do Dia das Mães: Meu Segundo Parto.

Olá meninas, tudo bem? Vou começar o post de hoje com tudo: Feliz Dia das ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *