Home / Família / Pai não ajuda. Pai faz.

Pai não ajuda. Pai faz.

Olá meninas, tudo bem?

Não me considerem “revoltada” e nem uma “feminista fervorosa”, mas hoje vim aqui fazer uma crítica a uma ideia que me deixa enlouquecida e que parece estar enraizada na cabeça dos brasileiros, sejam homens, mulheres, jovens, velhos…, a de que o PAI AJUDA a MÃE (ou o Marido que ajuda a Mulher).

Fico com comichão quando alguém me pergunta: “E o Seu Marido, ele ajuda com a Bebê?”. Oi??? Como assim??? A filha não é dele também? A responsabilidade dos cuidados diários não é dele também? E o pior é que enfrento isso em casa também. Quantas vezes eu já ouvi: “Você quer que eu te ajude?”.

NÃÃÃÃO. Não quero ajuda do pai dos meus filhos. Quero troca, quero companheirismo. Considero ajuda aquela que vem dos avós dos meus filhos, das tias, de amigos, de primos, de funcionárias. Mas não do pai.

Ao meu ver, algumas funções são exclusivas da mãe e em alguns momentos somos insubstituíveis: durante os 9 meses que carregamos nossos pequenos no nosso ventre, durante o parto, nos momentos de amamentação. Fora isso, não vejo porque mulher e homem não podem dividir funções, cuidados, responsabilidades para com os filhos igualmente.

Quando um casal decide por ter filhos, a decisão depende dos 2. O material genético das crianças vem em partes iguais do pai e da mãe. Hoje em dia na maioria das casas tanto marido quanto mulher saem para trabalhar e ajudam no pagamentos das contas da casa. Até nos casos de divórcio a guarda é compartilhada. Então, quem pergunta agora sou eu: “Porque as pessoas continuam achando que a MÃE tem que arcar com todo o cuidado com os filhos, sendo isso nada mais, nada menos que sua obrigação, enquanto o PAI merece palmas e louvores quando faz qualquer coisa com seus próprios filhos?”.

Pai não ajuda Mãe. Pai é pai. Deve amar. Deve brincar. Deve educar. Deve confortar. Deve amparar. Deve sustentar. Deve repreender. Deve elogiar. Deve passar madrugadas acordado se for preciso. Deve levar ao médico. Deve levar ao dentista. Deve dar banho. Deve trocar a roupa. Deve ir na reunião escolar. Deve levar ao ballet. Deve levar ao judô. Deve participar na festa de fim de ano na escola. Deve escolher o presente. Deve organizar as festinhas.

Pai é Pai. Mãe é Mãe. Ambos são igualmente importantes para os filhos e devem assumir essa deliciosa responsabilidade juntos.

Pai é Pai.
Pai é Pai.

Beijokas, Denise.

Veja também

Especial de Dia das Mães: Mães Especiais.

Olá meninas, tudo bem? Hoje senti uma alegria e uma emoção tão grandes ao ver ...

2 Comentários

  1. Amei De Parabéns Lindona….compartilhei Beijokas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *