Home / Comportamento / Primeiro Post: Maior Desafio da Maternidade.

Primeiro Post: Maior Desafio da Maternidade.

Olá meninas! Nossa, que delícia e que emoção estar aqui escrevendo o primeiro post do Mamãe Plena! Estou com tantas idéias para escrever que nem sei por onde começar!!! Rsrsrs.

Resolvi então escrever sobre o assunto que mais preenche os meus pensamentos atualmente: o desafio de ser uma mamãe presente e manter a carreira. Esse vem sendo para mim, até o momento, o maior desafio da Maternidade. Sei que muitos outros desafios virão, mas como minha Helena ainda está bem pequenininha, com apenas 3 meses, este vem sendo o meu maior desafio.

Eu tenho que começar dizendo que AMO a minha profissão. Desde meninota desejei ser médica, mesmo sem ter médicos na minha família que me servissem de exemplo. Foi um desejo que surgiu em mim na primeira experiência que tive com ambiente hospitalar, aos 13 anos, e se manteve firme até o esperado dia da formatura. E a Ginecologia e Obstetrícia também sempre foi minha opção de especialidade, desde o início da faculdade.

comportamentoMas o dia a dia da profissão é MUITO corrido, exige demais de minha dedicação (acho que o mesmo deve ocorrer com a maioria das profissões), e senti, depois que a Helena nasceu, que não poderia manter o mesmo ritmo de antes.

Isso pois, até a 38ª semana de gestação, trabalhava uma média de 14 horas ao dia. Sempre trabalhei com plantões noturnos, aos finais de semana, aos feriados… isso sem mencionar os chamados para partos a qualquer hora do dia. Trabalhar 36 horas seguidas também nunca foi raridade para mim. E, depois que a minha filha nasceu, pensei: “e agora?”.

Duas coisas tinha em mente: Não posso deixar de trabalhar e Não posso manter o mesmo ritmo. Então, pouco a pouco fui me estruturando, me preparando para abrir mão de alguns trabalhos, selecionando melhor onde e como trabalhar (mesmo que isso envolvesse ganhar menos e consequentemente viver com menos) e me permitindo participar de pertinho do dia a dia da minha Helena. Voltei à labuta, mas com um ritmo bem diferente de antigamente.

Mas, e como lidar com a volta ao trabalho? Um pensamento que tenho sempre que tenho que deixa-la para trabalhar (sim, pois voltei a trabalhar antes dela completar 2 meses de vida) é de que, além de buscar a minha realização pessoal, faço isso por ela também, para garantir a sua criação, o que me deixa mais leve. Acredito também que para que eu cuide bem dela, do meu marido, da minha casa, da minha família… preciso começar cuidando de mim! E minha carreira faz parte de quem eu sou.

Além disso, tento aproveitar ao máximo o nosso tempo juntas, dedicando o melhor de mim para ela. Acredito ser fundamental isso, de estar de corpo e alma presentes em cada coisa que a gente se disponha a fazer.

Acho que o grande segredo é nos permitir, sem culpa, fazer a opção que mais se encaixe com nossa realidade, seja de continuar trabalhando, mudar de trabalho ou dar um tempo na carreira. E, após esta decisão, vivermos os diversos papéis na nossa vida nos dedicando a cada um deles da melhor forma que conseguirmos. Afinal de contas, somos Mães, Profissionais, Esposas, Amigas, Filhas… tudo de uma vez só!

Imagino que esses questionamentos também tirem o sono de muitas mamães. Fazer o que, essa é a vida das mamães de hoje em dia. E vocês? Contem aqui as suas experiências com relação a maternidade x profissão.

Beijokas, Denise.

Veja também

Especial do Dia das Mães no Pinterest.

Olá meninas, tudo bem? O Dia das Mães está chegando, e sei que apesar da ...

2 Comentários

  1. Parabéns pelo Blog! Muito útil!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *