Home / Gestante / Sobre Parto: Tipos de Anestesia.

Sobre Parto: Tipos de Anestesia.

Olá meninas, tudo bem?

Hoje no assunto PARTO vamos falar sobre os tipos de Anestesia que podemos usar. Ainda tem muitas gravidinhas que não sabem que também no parto normal podemos receber anestesias muito boas, que aliviam a dor sem prejudicar a evolução do parto. Em muitas situações elas até ajudam, na medida que relaxam a mulher.

A indicação de quando, qual tipo e se tomar ou não anestesia varia de caso para caso, de paciente para paciente, e pode e deve ser previamente discutida com seus médicos obstetra e anestesista. Mas acho bastante válido que todas tenham pelo menos uma noção de cada opção disponível.

Vamos ver?

Anestesia para Parto.
Anestesia para Parto.

Raquianestesia:

É o tipo mais comumente usado hoje em dia para a Cesárea e também para o Parto Normal. É um dos Bloqueios Espinhas disponíveis, onde o anestésico é injetado entre as vértebras lombares. O anestesista se utiliza de uma agulha bem fininha para chegar ao local desejado, aonde fica o liquor, o líquido da coluna. Nesse caso é necessário uma pequena quantidade de medicação pois ela já será colocada próximo às terminações nervosas. A ação tem início bem rápido. Espera-se efeito apenas abaixo do local da aplicação, ou um pouco acima, portanto a paciente permanece o tempo todo acordada e consciente.  Ela realmente “tira a dor com a mão”.

Para o Parto Normal geralmente é administrada uma dose menor do que para a Cesárea, então ela tem um tempo de ação menor, e em geral ela não paralisa os movimentos, somente alivia a dor.

Peridural: 

Também pode ser usada nos dois tipos de parto. É o outro Bloqueio Espinhal que usamos. Também tem ação apenas do local de aplicação para baixo, mantendo a mulher alerta. Nesse caso uma agulha mais calibrosa é colocada entre as vértebras, num espaço anterior ao da raquianestesia. Leva mais tempo para fazer efeito e tem uma opção fantástica de colocar um cateter nesse espaço, o que permite administração de maiores doses de medicamento de acordo com a necessidade de cada pessoa. Ou seja, o anestesista faz apenas uma punção, coloca o cateter, e vai administrando pequenas doses do anestésico de acordo com a solicitação de cada uma.

Hoje em dia o que mais utilizamos no Parto Normal é o chamado Duplo Bloqueio, que consiste na associação entre a Raquianestesia e a Peridural. O anestesista punciona o espaço peridural, coloca o catéter para uso futuro, e na sequencia faz a raqui para início de ação imediata.

Anestesia Geral: 

É uma opção apenas para a cesárea, pois a mulher será sedada e não teria condições de fazer o bebê nascer de parto normal.

É o tipo de anestesia menos usado para parto, justamente por não permitir a participação da mulher no nascimento do filho. Geralmente reserva-se esse tipo para casos emergenciais, em situações de falhas nos Bloqueios Espinhais ou ainda em contra-indicações das outras anestesias, como por exemplo por mal formação lombar da paciente.

Nesse caso o anestésico é administrado por meio do acesso venoso e terá ação no Sistema Nervoso Central. É importante salientar que o bebê também poderá receber a medicação, então a equipe de Pediatria tem que estar preparada para uma possível intervenção.

Bom meninas, espero que ajude vocês a entender um pouco mais sobre as opções anestésicas para o parto. Se tiverem dúvidas a respeito, não deixem de comentar comigo.

Beijokas, Denise.

Veja também

Dra, como será o meu Parto?

Com grande frequência eu recebo a seguinte pergunta das minhas pacientes durante o acompanhamento de ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *