Home / Comportamento / Especial do Dia das Mães II. Chora Bebê.

Especial do Dia das Mães II. Chora Bebê.

Olá meninas, tudo bem?

Hoje vim trazer mais uma história emocionante de parto que tive o prazer de protagonizar.

Vocês leram o post de ontem? Se não, leiam o Especial do Dia das Mães I para vocês entenderem essa séria que estou escrevendo nessa semana.

Vamos lá? Prepare um lencinho, pois essa de hoje é boa para se emocionar!!!

Beijokas, Denise.

 “Em um sábado a noite de plantão, como tantos que fiz já nessa vida, em um Hospital Público onde trabalhei por alguns anos, estava eu tranquilamente atendendo e admitindo as pacientes que chegavam no serviço bem no início das atividades.

Chegou uma Senhora com quadro de Perda de Líquido (a Bolsa das Águas havia rompido) há pouco e início das Contrações. Ela já tinha no seu histórico 4 Partos Normais, então pensei eu enquanto realizava a sua internação: ‘Esse bebê vai nascer rapidinho’. 

Na avaliação física inicial estava tudo bem, então encaminhei para a Sala de Pré Parto com pedido à Enfermeira para realizar o exame chamado Cardiotocografia para avaliar se estava tudo bem com a Vitalidade Fetal (para saber mais sobre esse exame leia em Exame de Cardiotocografia). E fui me trocar (colocar a roupa padrão dos Centros Obstétricos).

Aproximadamente 15 minutos depois a Enfermeira veio me chamar no Conforto Médico dizendo que a Cardiotocografia mostrava que o coração do bebê estava desacelerando. Fomos correndo avaliar  a paciente e, para minha surpresa, estava mesmo. Examinei e na hora o diagnóstico, uma das complicações obstétricas que deixa a gente até sem respirar: Prolapso de Cordão Umbilical!

Nesse caso, o Cordão Umbilical se adiantou para fora do útero da paciente, na frente do bebê. Se deixarmos sem fazer nada, a cabecinha do bebê pode comprimir o cordão ao tentar sair, e o fluxo de sangue da mãe que deveria chegar ao feto, fica bloqueado. Em poucos instantes isso pode ocasionar o óbito fetal. Assim que é feito o diagnóstico, o profissional que está examinando fica, através do toque vaginal, segurando a cabeça do bebê para cima, a fim de impedir a compressão do cordão.

Essa intercorrência é uma das indicações de Cesárea de Urgência, então, enquanto segurava a cabeça do bebê, pedi que chamassem o anestesista e toda a equipe da sala de parto começou a rapidamente preparar os materiais para uma cirurgia. Porém, o anestesista ainda não havia chegado, o fluxo de sangue do cordão começou a falhar, eu percebi pelo exame que a dilatação do colo uterino estava total, e sabendo da história clínica da paciente, pedi a Enfermeira que a orientasse a fazer uma força bem grande para tentar fazer esse bebê nascer o mais rápido possível. 

E assim foi feito e em poucos segundo um menino gordinho nasceu. Mas não nasceu muito bem, e a Pediatra rapidamente iniciou os cuidados padrões. Ele se recuperou, mas não chorou. 

Foi então que o momento mágico aconteceu. A Pediatra disse à mulher: ‘Mãe, está tudo bem com o seu bebê, mas ele não quer chorar. Conversa com ele‘. A mulher se virou, olhou para o berço e disse: ‘Oi filho, é a Mamãe. Chora para mim!’. E na mesma hora aquela criaturinha abriu o maior berreiro do mundo!!! Começou a chorar sem parar.

Nossa, não teve um na sala que não tenha se arrepiado e ficado com os olhos marejados. Realmente um verdadeiro milagre que só o Amor de Mãe consegue explicar.

No final das contas tudo ficou bem, o resto do plantão transcorreu normalmente, sem mais grandes emoções, e eu pude guardar essa cena linda no meu coração para sempre”.

Fonte Foto: Fotolia. Dia das Mães II.
Fonte Foto: Fotolia.
Dia das Mães II.

Veja também

Especial do Dia das Mães no Pinterest.

Olá meninas, tudo bem? O Dia das Mães está chegando, e sei que apesar da ...

4 Comentários

  1. Que história linda! Emocionante!

  2. Nossa que lindo, me emocionei de mais, me coloquei no lugar de vcs!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *