Home / Comportamento / Especial do Dia das Mães III. Fé.

Especial do Dia das Mães III. Fé.

Olá meninas, tudo bem?

Continuando no Especial do Dia das Mães aqui do Mamãe Plena, uma série de posts que estou escrevendo com momentos muito especiais relacionados aos partos que já tive a honra e o prazer de realizar, trago hoje um relato de .

Especial Dia das Mães III. Fé na Sala de Parto.
Especial Dia das Mães III. Fé na Sala de Parto.

Independente da religião que se segue, acho que é muito importante que cada pessoa tenha a sua religiosidade. Não considero nenhuma melhor ou pior que as demais. Aliás, acho uma tristeza tanto preconceito e tanta briga que se cria em nome da religião. Ao meu ver, Deus é um só, e é para todos, igualmente.

Mas, ao longo dessa minha vida dedicada a uma Ciência, a Medicina, pude perceber o quanto a Religião caminha lado a lado, sempre fortalecendo quem a vivencia, seja paciente, seja profissional. Há quem pense que nós, profissionais da área de saúde, ignoramos a , pois muito se enganam.

Eu tenho a minha Religião. Sou Católica. E por vários momentos foi a minha Fé que me ajudou e me manteve seguindo em frente, em especial nos momentos de adversidade. Vocês já pararam para pensar no quanto sofre um profissional da saúde quando ele não consegue aliviar o sofrimento de um paciente que o procura? Pois eu lhes digo, não é fácil não.

E o relato de hoje é sobre isso. Como eu aprendi a trazer a minha para a Sala de Parto. Espero que gostem.

Beijokas, Denise.

“A história de hoje eu vivi logo no início da minha carreira de Obstetra, assim que acabei a Residência Médica. Para quem não sabe, durante esse período da Residência nós Médicos passamos por um treinamento intenso na Especialidade que escolhemos seguir. É um período que pode variar de 2 a 6 anos, dependendo da área que se pretende seguir.

Pois assim que acabei a minha especialização, comecei a trabalhar em diversos serviços, começando a construir a minha carreira.

Um belo dia estava em um plantão e fui acompanhar uma paciente que já estava no final do Trabalho de Parto, prestes a dar a Luz. Confesso que não me lembro das feições dessa mulher, nem do seu nome. Mas nunca me esqueço da sua barriga.

Quando cheguei para acompanhar a paciente ela já estava bastante cansada, pois a dor das contrações e todo o tempo de evolução, que por vezes é longo, já haviam esgotado suas energias. Lembro-me que esse era o primeiro filho dessa mulher e, infelizmente, ela estava sem um acompanhante que pudesse lhe transmitir calma e lhe dar forças.

Eu não a conhecia. Não sei se tinha Fé, se era Religiosa ou não. Estávamos nos encontrando pela primeira vez naquele momento.

Pois bem, examinei a paciente, vi que estava tudo bem, fora a sua exaustão. Comecei a conduzir o Trabalho de Parto, orientando-a sobre como fazer força, como ajudar seu bebê nascer. Mas os minutos foram passando e o bebê começou a demorar um pouco para nascer. Tentei lhe trazer calma, mas ela começou a se desesperar. Posicionei o bebê, segui nas orientações, mas nada.

Esse cenário não é muito raro de acontecer. Mas o diferencial foi que na hora eu pensei: ‘E agora, como posso ajudar melhor essa mulher que está cansada e essa criança que precisa nascer?’.

Instintivamente coloquei a minha mão sobre o seu ventre e comecei a rezar, mentalmente, uma ‘Ave Maria’, uma oração tão linda e importante para nós católicos. Rezei quieta, somente para mim, e enquanto rezava pedi que a minha querida Mãezinha ajudasse aquela Mamãe naquele momento tão sublime.

Eu sei que antes mesmo que eu terminasse a oração, a criança nasceu. Bela e vigorosa, como sempre desejamos.

O que se passou naquele momento foi uma coisa muito íntima. Só eu senti a força na minha Fé trabalhando pelas minhas mãos. Rezei em silencio e ouvi nos gritos daquela criança o Deus que tanto acredito se manifestando. Desse dia em diante inclui muitas orações silenciosas nos partos que faço, e sempre sinto uma paz interior enorme enquanto realizo o meu trabalho”.

Veja também

Especial do Dia das Mães no Pinterest.

Olá meninas, tudo bem? O Dia das Mães está chegando, e sei que apesar da ...

6 Comentários

  1. Que lindo relato!!!!
    Bem vc mesmo. Lindaaaa!!!!

  2. Você é toda linda, uma bencao nas nossas vidas!
    Que Deus continue te abençoando grandemente, e usando a sua vida para trazer paz e tranquilidade nos momentos mais difíceis e felizes de nossas vidas.
    Amamos você! ?

  3. Lindo! Por isso vc e seu trabalho são assim especiais, abençoados!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *