Home / Gestante / Tire suas dúvidas sobre Diabetes na Gestação.

Tire suas dúvidas sobre Diabetes na Gestação.

Uma das situações que considero mais críticas na Gestação é o Desenvolvimento ou Agravamento da Diabetes.

A maioria das pessoas entende que a Diabetes é uma doença endócrino metabólica com consequências sérias para o portador, e com certeza conhece alguém que luta contra essa enfermidade. Mas percebo que muita gente ignora o fato de que ela pode ser desenvolvida pela gestação, ou ser agravada por ela, e que isso pode ter repercussões MMMUUUUITOOOO sérias para a Mamãe e/o Bebê.

Podemos encontrar situações clínicas bastante variadas. Temos mulheres que já apresentam esse diagnóstico antes de engravidar, e podem necessitar de uma adequação de tratamento nos meses gestacionais. E temos também gestantes que nunca apresentaram qualquer problema relacionado as taxas glicêmicas previamente à gestação, mas que começam a enfrentar novas situações nesse momento da vida.

Independente do quadro, o tratamento deve envolver antes de tudo uma adequação ao estilo de vida, com atenção rigorosa à alimentação. Hábitos saudáveis em geral, como a prática de atividade física, também são muito importantes. No entanto, em inúmeros temos que iniciar o tratamento medicamentoso, e nesse caso, a primeira opção é o uso da Insulina.

E porque temos tanto cuidado com o adequado tratamento da Diabetes na Gestação? Porque as consequências podem ser severas, para os 2 envolvidos na gestação. As mulheres com diabetes descompensadas na gestação podem colocar em risco a saúde de diversos órgãos, como rins, pâncreas, olhos. Podem sofrer com picos hiperglicêmicos e/ou hipoglicêmicos.

Já os fetos, podem desenvolver restrição de crescimento, ou ficarem com peso muito acima da média; podem ficar com excesso de líquido intrauterino, nascerem prematuramente e, em situações extremas, virem a óbito ainda intra-uterino.

Contudo, temos que ter muito cuidado ao longo de todos os trimestres gestacionais para prevenir, diagnosticar e tratar a Diabetes e com isso proporcionar melhor saúde para ambos, mamãe e bebê.

Para saber mais sobre isso acompanhe este post e assista ao vídeo abaixo.

Beijokas, Denise

Veja também

Como se prevenir da Febre Amarela na Gestação, Lactação e nos Bebês.

O que fazer nos casos onde a Vacina contra Febre Amarela não é indicada. Desde ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *